DICAS PARA MANTER A HIGIENE NA ACADEMIA



A academia é um lugar onde se busca saúde, mas também é um local favorável para a proliferação de microorganismos causadores de uma variedade de doenças de pele. “Lugares quentes e úmidos, como os equipamentos de musculação e os vestiários, são ambientes que favorecem o desenvolvimento de bactérias, vírus e fungos que podem ser transmitidos pelo contato e causar problemas como micoses, infecções, verrugas, impetigo e furúnculos”, frisa a dermatologista Kédima Nassif, integrante da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).



A preocupação com a higiene, que pode evitar diversas doenças, deve partir de funcionários das empresas e também dos próprios alunos. Outro cuidado, segundo o clínico geral, está em nunca compartilhar objetos pessoais, como toalhas. “A gravidade de uma possível infecção vai depender muita da saúde da pessoa e, por isso, as pessoas não podem arriscar e ficar vulneráveis", diz Ismael.



A limpeza regular de todos os aparelhos também é imprescindível. Em uma das academias de Sorocaba, no interior de São Paulo, esta preocupação existe. Diversas medidas de proteção ajudam a evitar problemas. “Nós orientamos a todos os atletas que tragam toalhas, é quase uma obrigação. Além disso, os aparelhos são limpos três vezes ao dia, os colchonetes são desinfetados a cada aula. E são disponibilizados em toda a academia bombinhas contendo desinfetante, caso o aluno queira fazer a própria limpeza”", conta Sérgio Antunes, dono de academia.



Para evitar o contato com os microorganismos, uma dica é investir em roupas que absorvam o suor, pois a pele seca previne o desenvolvimento de germes. Segundo a especialista, é interessante também trocar as roupas suadas por limpas assim que terminar a atividade física, evitando que haja proliferação bacteriana e fúngica no corpo favorecida pela umidade.

Ao tomar banho após a atividade física, a médica sugere que a água esteja morna, para evitar a remoção da camada de proteção da pele contra vírus e bactérias. “Se for utilizar o banheiro do vestiário da academia, não esqueça de usar chinelos para proteger os pés, pois banheiros públicos tendem a ser cheios de germes e bactérias que causam infecções”, destaca Kédima Nassif.

Outra recomendação importante consiste em desinfetar os equipamentos de musculação antes de utilizá-los. Se possível, acrescente uma barreira de proteção extra entre sua pele e o equipamento, como uma toalha. Outra dica valiosa é ter o próprio equipamento, como tapetes de yoga, e nunca compartilhar itens pessoais (toalhas, capacetes e sabonetes) para evitar a propagação de vírus e bactérias.

Lavar roupas e toalhas após cada uso é fundamental para evitar a propagação de microorganismos. “Mochilas e sacolas também devem ser lavadas, pois os germes presentes nos equipamentos usados podem permanecer na bolsa e crescer, infectando roupas e toalhas guardadas em seguida”, acrescenta a dermatologista.



Para reduzir as chances de infecções, lembre de usar esparadrapo, talco, gel e pomada em regiões de maior atrito, prevenindo bolhas. Calçados arejados e que não sejam apertados demais também ajudam nesse sentido. Se mesmo assim surgir uma bolha ou corte, mantenha a ferida limpa e coberta com curativos até que esteja curada, pois uma pele machucada enfraquece o sistema de defesa do tecido, permitindo que germes e bactérias penetrem mais facilmente.

Segundo Kédima Nassif, o cuidado mais importante é checar a pele diariamente à procura de cortes, feridas, vermelhidão, inchaços e infecções. Caso note alguma dessas alterações no corpo, o ideal é procurar um dermatologista imediatamente. “Sem tratamento adequado, condições de pele podem piorar e apenas um médico especializado conseguirá diagnosticá-las corretamente e indicar o melhor tratamento para o caso”, alerta a dermatologista.

Fonte: Metrópoles


DICAS ADICIONAIS:

1. Tenha uma garrafinha de água adequada

8aboaforma - garrafinha

Se você tem o costume de levar a própria garrafinha de água para a academia e não costuma beber na do colega ao lado, saiba que isso já é um ponto positivo para a sua higiene. Entretanto, o modelo escolhido por você para armazenar a água também tem um importante papel em relação a quantidade de germes aos quais você expõe o seu organismo.
As garrafinhas de plástico não são recomendadas porque costumam reter bactérias. O modelo mais indicado e seguro é o de metal. Para fazer a limpeza, basta utilizar água quente e detergente líquido. Também é importante não dividir a garrafinha com ninguém e tomar cuidado para que nenhum colega a pegue sem que você perceba.

2. Limpe suas mãos e o aparelho de ginástica


8bboaforma - limpeza

Para ter certeza de que ficará longe dos germes, além de enxugar e limpar o suor do aparelho de ginástica antes e depois que você se exercitar nele, não deixe de higienizar as suas mãos também. Para tanto, você pode usar uma toalhinha especial e um álcool em gel. Se a sua academia não oferecer esses materiais, traga-os de casa e mantenha-os na bolsa da academia.


3. Mantenha a sua bolsa da academia limpa

8cboaforam - bolsa

Se você tem o costume de jogar as roupas e o tênis utilizado durante um dia de treinamento diretamente na bolsa da academia e não possui o hábito de limpá-la com frequência, saiba que ela pode ser uma verdadeira casa para os fungos.
Uma dica para mantê-la mais higienizada é colocar as roupas e os tênis dentro de uma sacola plástica antes de guardar na bolsa e quando chegar em casa retirá-los de dentro dela e mandar direto para a lavanderia.
Outra dica importante é tentar criar o hábito de limpar a bolsa ao menos uma vez por semana e assim evitar o acúmulo de fungos, germes e bactérias nela.

4. Use chinelos durante o banho no vestiário


8dboaforma - chinelo

Quando for tomar banho na academia, não coloque os seus pés diretamente no chão do boxe. Como ele é utilizado por muitas pessoas, dá para imaginar o número de germes presentes no local. Para minimizar esses riscos de contaminação, use um chinelo na hora em que for entrar no chuveiro.
Mas não é só isso, você também deve tomar cuidado para manter o chinelo usado no banho sempre limpo, já que quando eles ficam molhados também podem te contaminar e te transmitir as bactérias. Algo que você pode fazer para diminuir esse problema é preparar uma solução com alvejante e mergulhar o calçado dentro de vez em quando.

5. Tire um dia de folga quando ficar doente

8eboaforma - gripado

Caso você esteja com uma gripe ou um resfriado, tire um dia de folga e não vá a academia, mesmo que ache que consiga aguentar um dia de malhação. Assim, você evita de se contaminar com outros germes e piorar o estado de sua saúde e também não passa o problema aos seus colegas.
Da mesma forma, se você estiver com uma ferida aberta na pele, espere até que ela sare para voltar a academia. Se não fizer isso, você também corre o risco de se infectar ou de infectar algum aparelho no qual você venha a treinar.

6. Evite as banheiras de hidromassagem

8fboaforma - banheira

As banheiras de hidromassagem são outro aparelho compartilhado por um bom número de pessoas, além de poderem ser usadas por mais de um frequentador ao mesmo tempo, dependendo da academia. Por isso, se você está com alguma ferida aberta no corpo ou alguma infecção na pele, faça o máximo para ficar longe delas.
Assim você evita o risco de transmitir bactérias aos outros membros da academia e de se contaminar com outros germes que possam estar presentes na banheira.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

DICAS PARA SE CUIDAR NO CARNAVAL

IH, BATEU O RESFRIADO! TREINAR AJUDA OU ATRAPALHA?